Friday, September 5, 2008

Brasil x EUA: Cap 3 - Communication

Americanos e brasileiros têm, cada um, uma forma muito peculiar de se comunicar. Até me acostumar com este fato eu tinha a sensação de que a comunicação entre americanos é insuficiente.
O brasileiro para comunicar usa menos das palavras e mais do corpo, do olhar, do sorriso. Percebi que temos uma forma muito mais subjetiva de se entender. Muitas vezes a gente nem se importa muito com o que fala.
Já os americanos dão muito valor às palavras. Para eles o que é falado está escrito e não há necessidade de linguagens subliminares para confirmação da sentença.
Se um brasileiro diz: "Eu gosto de você" não necessariamente ele terá créditos se ele não fizer aquele olhar de "gosto de você" e também acompanhado daquele sorriso de "gosto de você". Mas se um americano diz "I like you", pode crer que ele gosta. As palavras têm mais peso para eles.
É engraçado como em nossa cultura e nossa língua podemos dizer a alguém: "Carrega esta mala para mim?" e ser ainda assim ser extremamente educado se acompanhar de um sorriso doce e um olhar que confirme. Aqui nos EUA, dizer imperativamente como brasileiros o fazem: "Carry this bag for me", seria extremamente rude! E se vc fizer isto sorrindo ainda é capaz que passe por sarcástico. As palavras deles são levadas tão mais ao pé da letra que se vc não diz "please" e "thank you" no começo e no fim de quase tudo passa por não muito educado. Vc também pode lançar mão de usar "Would you mind" para variar um pouco quando pede algo a alguém. E isto é para qualquer coisa, como pedir para algúem para acender uma luz que está ao alcance do braço, por exemplo.
Brasileiro é mais meloso. Vc já reparou quanto tempo a gente demora para se despedir de alguém? Nós temos que ensaiar para começar o ritual do tchau. Às vezes começa com um "Bom, ...", aí vc fala que tem que ir, explica por que está indo, fala quando vai voltar, convida a pessoa para fazer algo qualquer dia destes (que quase nunca se concretiza), mais um pouco de conversa no meio do ritual, até que surge um outro "Bom..." ou um "Então tá..." ou ainda um "Fica combinado assim, então". Então vem uma sessão de beijos e abraços. Aí vai embora, finalmente! Mas se der chance continua acenando até chegar na esquina. (PS: Para encurtar o ritual vc tem que dar uma desculpa de que tem algo à sua espera, o que, de qualquer forma, não garante um resumo da ópera do adeus).
Com um americano vc tem que tomar cuidado para ele não sumir enquanto vc coça o ouvido! Eles dizem "Ok. Bye!", dão as costas e vão embora. Se, quando muito, eles querem te dar alguma satisfação antes de vazar eles dizem algo que equilave a uma de nossas etapas do adeus, o "Tenho que ir", tradução de "Gotta run", que em nossa novela diária do tchau equivaleria ao primeiro capítulo.
Diferença ainda mais notável é em uma conversa ao telefone. Como brasileiro gosta de mandar beijo! "Ta bom! Beijo! Tchau!". Que final mais previsível!
Ô, povo mais beijoqueiro! E como um não basta, em várias ocasiões, quando pessoalmente, a gente dá dois, três... (senão não casa!).
Quando vim para cá, lembro ter achado o jeito americano de falar muito grosseiro, muito frio, muito objetivo. Para nós brasileiros, realmente seria se traduzíssemos as frases ao pé da letra. Seria um tanto formal, pouco carinhoso.
No Brasil, vc vai numa loja e a vendedora que nunca viu antes pode te chamar de "meu amor", "querida"... O que não existe aqui. Não consigo nem imaginar. Mesmo amigos não têm muito o hábitos de ficar neste mel uns com os outros... Vai ver é por isto que brasileiro é um povo doce.
Bom, gente....
Tenho que ir agora...
É.... Daqui a pouco começo a trabalhar e eu num posso atrasar porque aqui os horários são rigorosos...
Sabe como é, né....
Mas eu não demoro para postar de novo, não. Pode deixar!
Então tá!
Abraço para vocês!
Ah! Deixa um recadinho para mim, viu!
Um beijo!
Tchau!
Fui!
....................
Ah! Espero que tenham gostado do post!!!
Ta bom agora é sério!
Tchau!!
.
.
.
.
.
Manda beijo para todo mundo aí!

10 comments:

Paulinha said...

Primeironaaaaa!!!

Di, esses americanos são doidinhos, espero que estejam te tratando bem :)
Love ya mom! Take care!

Marina said...

Oiee!!! td bom?
Eu ja to de volta no brasil.. bem q eu nao keria neh,. mas...
meu , pode crer q eh bem assim mesmo..como vc descreveu bem hahaahah
No canada eh a mesma coisa..
hahah
Eu estranhava tanto qnd eu falava no telefone.. Sempre o povo acabava a conversa com ok bye..
e eu sempre achava q a conversa nao tinha acabado ainda hahaha e se desligava o tel dps do bye, ficava pensando, nossa q pessoa mais seca!! hahahaha
Aiai
se cuide menina! o tempo voa.. aproveita mto ai!!
Bjos
Mazinha

Mari said...

HAUhauahuaha...muito legal! Na sexta-feira tenho aula de Teoria da Comunicação, e nessa sexta, falamos disso!
É engraçado...mas eu prefiro ser brasileiraaa!!

Beijos, te amo!

Au Pair said...

Olá! Cai no seu blog através de outros sites. Eu já fui au pair nos EUA, embarquei há 4 anos atrás sem saber uma única frase de inglês além do "my name is...", e hoje ainda moro fora, mas na Europa. Gosto de ver blogs de futuras au pairs e de quem está começando agora, porque é uma experiência única, mas nao é facil não!!!! Muita sorte para você e que tudo de bom aconteça! Se tiver qualquer dúvida com relação ao programa, pode contar comigo! Abraços. Sani

Caindo no Mundo - Au Pair

Joaninha_s said...

huahuhau.... amei seu post Diana... muito verdade mesmo... uma reflexao bem interessante vc fez..hehe
realmente as diferencas aqui por tras do idioma sao imensas!

bjaooo

Line said...

HAHAHAAHHAAH
Diana, simplesmente AMEI esse seu post!
Vc resumiu muito bem algo que eu sabia, mas não tinha pensado sobre...
Sabe aquela sensação de: olha! é verdade! hahahah
bjoooooo

Francisco Castro said...

Oi, eu gostei muito do seu blog. Ele é muito bom.

Parabéns!

Um abraço

Katlyn said...

Bela foto, linda mesmo!

alezinha said...

Dii querida, to rindo ate agora com a parte q vc diz q tem q tocar cuidado enquanto coça a orelha q eles somem... huahuahuahuah
mto bom seus posts!!!
Viu, um beijo...
ate a proxima...
bjus
xau
c cuida

Naty said...

Muito legal este post ! Enquanto eu lia o texto eu comecei a pensar "Será que ela tirou isso de alguma daquelas crônicas de jornais ?"
Mas foi você mesma que escreveu ! Muito bom !

Achei seu blog por acaso e gostei muito dele. Deve ser bem difícil se adaptar à uma cultura tão diferente da nossa, mas por outro lado deve ser uma das melhores coisas a se fazer conhecer novos lugares :D

Até tenho vontade de fazer algo parecido ,mas acho que tenho que melhorar um pouco meu ingl~es primeiro , tenho medo de estranhar tudo e não entender nada .

Bjus!